Fiocruz inaugura Centro de Covid Longa no Rio

O Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz) e a diretoria executiva da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) inauguraram nesta quinta-feira (11) o Centro de Covid Longa, em Manguinhos, na zona norte do Rio de Janeiro.

A ação, que integra o programa Unidos Contra a Covid-19, permitiu equipar o INI/Fiocruz com a infraestrutura necessária para que o Centro de Covid Longa seja um espaço de pesquisa multidisciplinar, bem como um centro de tratamento e reabilitação de pessoas com sequelas da covid-19, proporcionando melhor qualidade de vida aos pacientes. 

No Centro de Covid Longa é desenvolvido o projeto Recover Pós-Covid: monitoramento, avaliação multidisciplinar e reabilitação de indivíduos com afecções pós-covid-19 no Rio. E, também, o Recover-Pós-Covid Sistema Único de Saúde (SUS) Brasil, uma colaboração entre pesquisadores do INI, do Instituto Oswaldo Cruz e da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp/Fiocruz). 

Vírus ainda circula

“O vírus continua circulando e temos que não apenas fortalecer a capacidade de resposta do país a novas ameaças da covid-19 na saúde pública, seja na imunização, vigilância, pesquisa ou assistência, mas também lidar com as enormes sequelas deixadas pela doença na população”, disse, em nota, o presidente da Fiocruz, Mario Moreira.

O projeto envolve avaliações nos eixos cardiovascular, respiratório, hematológico, imunológico, neurológico/fisioterápico, metabólico-nutricional, otorrinolaringológico e saúde mental/qualidade de vida e ainda estudará a carga de doença da covid longa.

Também pretende gerar evidência científica para subsidiar a formulação de políticas públicas para o enfrentamento do impacto da covid longa na população brasileira e ampliar o acesso aos serviços de de reabilitação no Sistema Único de Saúde (SUS). 

, Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil

Fonte: Agencia Brasil